59 Em Dúvida da Leitora

Dúvida da Leitora #3 | Usar ou não usar esmalte vencido?

pode-usar-esmalte-vencido-

Hoje é dia de responder uma pergunta que também recebo muito por aqui e essa semana recebi da Andréia Nunes a seguinte dúvida:

“Dani, pode ou não usar esmalte vencido?  Será que realmente devemos seguir ao pé da letra a data de vencimento imposta pela Anvisa? Tenho muitos esmaltes, mas tive que jogar fora alguns dentro da validade porque mudaram de cor. E outros fora da validade que estão em perfeito estado. Eu uso se estiver em boas condições. E você?”

Obrigada pela pergunta, Andréia! A sua dúvida é a de muitas leitoras e a minha opinião é a seguinte:

pode-usar-esmalte-vencido-

Eu tenho muitos esmaltes (muitos mesmo, várias caixas, gavetas e em breve um gaveteiro, né Mari? :D) e é óbvio que tenho vários na coleção que já passaram da validade. Alguns ainda que eu nunca nem abri!

Mas até que ponto essa validade é realmente importante? Vamos a alguns pontos:

  • A validade dos esmaltes tem uma data de vencimento prevista pela fábrica, ou seja, no prazo determinado por eles o produto terá todas as suas características “funcionando” em perfeito estado tais como (falando em esmaltes, claro) – brilho, secagem, durabilidade nas unhas etc. A partir do momento que você abre o esmalte e começa a usar o produto o mesmo terá ações externas e o que afetará na conservação e propriedades deles (por exemplo: o esmalte fica mais grosso – citando uma das alterações)
  • A data de vencimento prevista pela maioria dos fabricantes é de 2 ou 3 anos – ou seja – enquanto o vidro estiver fechado, e não utilizado, ele conservará suas propriedades por esse tempo. Abriu, usou, ele sofrerá alterações. É claro que uma manicure profissional, por exemplo, não conseguirá usar o mesmo vidro de esmalte por três anos – por motivos óbvios – ele vai acabar bem antes do que isso hehehe
  • Na indústria cosmética existe um símbolo que algumas marcas usam (nas minhas canetas tem) que indica o prazo de validade do produto após ele ser aberto, é esse daqui:esmalte-prazo-de-validade

Esse potinho aberto com um número e uma letra no meio indica quanto tempo seu produto irá durar depois que você o abrir. O esmalte da Eyeko, por exemplo, tinha prazo de validade de 6 meses depois do primeiro uso. Disse “tinha” porque o abri em 2010 e até agora uso o meu (esse é o Indigo Polish e mostrei aqui). Ele está exatamente como era antes, tem brilho, durabilidade e secagem normais.

Quanto me perguntam sobre “pode ou não pode usar esmalte vencido” eu sempre respondo assim: “Abriu, sentiu o cheiro e tá com cheiro de esmalte?” – Eu uso. Mas uso já sabendo que se alguma coisa com ele “der errado” (lascar rápido, ficar sem brilho etc), a culpa não é dele.

Se abrir, sentir um cheiro estranho e algo parecer estranho, não uso.

Em alguns casos, por exemplo, já tive esmaltes que viraram água. Não adiantou eu agitar nem nada. Ele estava completamente líquido. Joguei fora, não dava para usar. Já outra vez o esmalte ficou duro, como se fosse um giz de cera dentro do vidrinho. Coloquei diluente e nada aconteceu. Impossível usar? Joguei fora.

Quanto à alteração de cor, depende muito de qual alteração for essa: se for decantação, quando o pigmento parece que se solta e ficam umas partes brancas, isso é muito comum e acontece com todas as marcas – tem pigmento que é danado para acontecer isso (azuis, marrons…) e praticamente todos os meus Chanel, por exemplo, quando fico muito tempo sem mexer, ficam decantados assim. Daí, é só agitar que a cor volta ao normal. Por isso que essas esferas que tem nos esmaltes importados ajudam, e muito, nisso.

Mas se a cor mudou tipo, era rosa e ficou roxo. Ou roxo vibrante e ficou amarelo (brincadeira não fica, mas só exemplificando kkk) – é também culpa do pigmento. O esmalte, em si, não está estragado, só o pigmento que perdeu suas características. Já vi várias pessoas reclamando de esmaltes rosas vibrante que ficaram totalmente diferentes. Isso é outro assunto e não está, diretamente, ligado ao prazo de validade mas sim na qualidade do pigmento utilizado na fabricação.

Claro que se você queria um esmalte rosa e ele virou roxo, você fica meio desconfiada em usar, né? Mas as propriedades dele em si, teoricamente permanecem as mesmas.

Eu uso esmalte vencido, não tive problemas até hoje e também tenho dó de jogar um vidrinho cheio só porque a data ali passou do prazo.

Tenho vários mega vencidos que já saíram de linha (da Risqué, por exemplo) mas guardo para referência porque a maioria já está muito aguado ou seco. Mas morro de dó de jogar, ainda mais quando o vidrinho está cheio, praticamente novo. Só jogo mesmo em caso extremo!

Mas respondendo diretamente a sua pergunta, Andréia: sim, eu uso também! 🙂

Só tomo cuidado em sempre usar uma base, isso com todo e qualquer tipo de esmalte: protege as unhas e ainda fortalece, né?

Espero que tenha respondido a sua dúvida Andréia e a de várias outras leitoras também.

E vocês? Usam ou não usam esmalte vencido?

Tem sua dúvida também? Manda e-mail para mim através desse formulário aqui com o assunto “Dúvida da Leitora” e me pergunta 🙂 Quem sabe a sua pergunta não aparece aqui semana que vem? 🙂 (me avisa se seu nome pode ou não aparecer, tá bom?)

Um beijo e até amanhã!

___________________________________________

Já conhece minhas canetas especiais para unhas e cutículas? A linha PrimeCuticle foi desenvolvida por mim e para mim, para que minhas cutículas ficassem pequenas, sem pelinhas e suaves, sem alicate e sem cortes. Hoje a linha faz sucesso pelo Brasil inteiro e quem usa, ama! Se você quiser manter suas unhas saudáveis, fortes e as cutículas sempre no lugar, sem precisar usar alicate, você precisa experimentar essas canetas! Elas podem ser usadas sozinhas ou em conjunto, com ou sem esmalte! Para saber mais sobre o assunto e a respeito delas é só clicar aqui e para adquirir as canetas é só clicar na imagem abaixo 🙂

primecuticle_post

Você também poderá gostar de

59 Comentários

  • Responder
    Erica
    18 de janeiro de 2016 at 8:38

    Adorei a dúvida 🙂
    Eu sempre uso esmalte vencido, mas antes vejo se está normal hahaha
    A gente acaba acumulando tanto esmalte que é quase impossível usar tudo antes do vencimento *O*

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:39

      Exatamente! É impossível usar tudo antes de “vencer”. Dá dó de jogar!

  • Responder
    Babi
    18 de janeiro de 2016 at 8:38

    #chorando pelos meus falecidos! hahaha
    Se tá tudo normal eu também uso e nunca tive problemas não!!!

    Falando em Eyeko, eles responderam meu email, disseram que não, nunca vão voltar com os esmaltes, mas que eu poderia aproveitar os delineadores e máscaras de cílios deles ¬¬ igualzinho né? #chateada

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:38

      Sei que o Sr. Thiago tem culpa nisso. Humpf!
      AHUAHUEHAUEHUAE rindo demais com a resposta deles. Aham aham, vou delinear minhas unhas lindamente. rsrsrsrs

      • Responder
        Babi
        22 de janeiro de 2016 at 8:50

        Sim… Sr Thiago!!! HUNF, mas ele me disse esses dias: “vc precisa comprar mais esmaltes, Bá” Aí meio que perdoei ele hahahaha

        Pensa que lindos os cílios das minhas unhas vão ficar!!! ¬¬
        #nailart gatinho nas unhas

        • Responder
          Daniele Honorato
          23 de janeiro de 2016 at 0:23

          Ai que lindinho Thiagoooo! Compra esmaltinho pra Bá, compra? ♥
          Bj nos dois!

  • Responder
    Ana Paula
    18 de janeiro de 2016 at 9:02

    Dani, bom dia! Como vc é formadora de opinião e está sempre em contato com fabricantes, é muito importante essa sua resposta de hoje, pois tb uso sim esmaltes vencidos sempre de olho exatamente nas característica que vc citou. Meu medo sempre foi do produto vencido alterar algo que prejudicasse as unhas, mas se não tem, bora usar os vidrinhos antigos tb, afinal, nós que somos consumidoras histéricas não queremos jogar nosso dinheiro fora, literalmente né! Bjus e ótima semana!

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:37

      Fico feliz que tenha gostado, Ana! Acho bom esclarecer isso tb pelo fato de não nos afundarmos em compras e jogarmos coisas praticamente novas no lixo.
      Tem esmalte que venceu, tipo, dez/2015. Jamais que ele é vencido pra mim. rs
      Um beijo!

  • Responder
    Cleuma
    18 de janeiro de 2016 at 9:45

    Dani, que ótimo essas dúvidas de leitora. Estou amando…
    Eu nunca usei esmalte vencido,inclusive joguei muitos fora. Até doeu o coração, alguns inclusive intactos…
    Essa nova fase da Unha Bonita com misturinhas, prometi que não jogo nenhum esmalte fora…
    Obrigada e uma excelente semana, recheada de post deliciosos na UB.
    Beijão!…

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:36

      Eu tenho dó de jogar fora! Mas tenho que fazer a limpeza de tempos em tempos mais por questão de espaço. Mas tenho muitos vencidos, uso sem problema. Só sinto o cheiro, textura etc e beleza 🙂
      Desculpa a falta de posts essa semana. A culpa foi do servidor mas semana que vem estaremos a todo vapor! Um bj

  • Responder
    gi
    18 de janeiro de 2016 at 16:47

    Dani vc e Andréia leram os meus pensamentos. Sério mesmo. Sempre tive essa dúvida sobre isso. Eu já tinha perguntado pra minha manicure, pois eu já tinha vistos esmaltes vencidos no esmalteiro, embora eu não use pois sempre levo minhas coisas. Sou chata. Ela dissee praticamente o que vc disse. Eu também vi uma reportagem no jornal da globo falando que esmaltes vencidos contém muitos fungos. Sei lá fico medo de ter uma relação alérgica. Bjs flor

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:34

      Difícil fungo no esmalte, só se ela usar em uma unha detonada e mesmo assim, é díficil. Se só vc usar o seu esmalte, sem problema algum 🙂

  • Responder
    Brunna
    18 de janeiro de 2016 at 18:28

    Ah, eu tbm uso e nunca tive problemas. Eles vencem tão rápido. Eu ñ vou ficar usando só o mesmo até acabar pra data de validade ñ passar, ne?

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:33

      Nem dá, né Brunna? Eu uso vencido, e como disse a Cons aqui nos comentários, esmalte praticamente nem vence. Eles tem a data por determinação da Anvisa 🙂

  • Responder
    Nara
    19 de janeiro de 2016 at 1:45

    Olá, gostaria de saber se você conhece uma espécie de esmalte que vejo muito no instagram, acho que deve ser algo com base de acrílico. É uma linha chamada NAKED de um cara chamado Yire Castillo.
    Seria legal da umas informações sobre esse tipo de produto, é muito interessante e todos comentam nas postagens dos perfis pedindo mais informações sobre o tal produto.
    Espero que renda uma materia bem esclarecedora para suas leitoras, aguardo anciosa.
    beijos

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:33

      Já vi mas não encontrei mts infos 🙂 Se eu tiver mais infos, falo sobre aqui sim 😉
      Bjs

  • Responder
    Paty
    19 de janeiro de 2016 at 10:13

    Oi Dani!
    Eu já perdi a conta de quantos esmaltes vencidos eu tenho, heehehehehe
    Fora as cores que ficam estranhas(decantam) nunca vi algo de muito grave, nunca me deu alergia ou ficou com mau cheiro.
    Eu nem tenho tantos esmaltes assim e já acho que não dou mais conta, rs rs
    A propósito:
    Vc podia fazer um post mostrando como vc organiza seus esmaltes né? ♥
    Bj linda 😉

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:32

      Eu atéééé fiz, Paty! Mas é bem antigo e tenho bem mais do que isso hoje em dia. Se vc quiser ver, é esse post aqui. O gaveteiro é o mesmo e ainda tenho hoje várias caixas de papelão grandonas.

      • Responder
        Paty
        22 de janeiro de 2016 at 10:46

        Agora tá dando tudo certo, uhuuu
        vou ler o post, idéias sempre são bem vindas ♥
        Eu guardava os meus em caixa de sapato, mas a coleção aumentou tanto que não dou mais conta 😛
        rs

        • Responder
          Daniele Honorato
          23 de janeiro de 2016 at 0:15

          Saudades de qto tb guardava em caixa de sapato, Paty! Rsrs Eu compro umas caixas grandes na Kalunga, de papelão mesmo, cabe bastante. Tenho umas 10 dessas x.x

  • Responder
    Luciana Petrópolis RJ
    19 de janeiro de 2016 at 10:41

    Eu uso esmalte vencido sim Dani, mas antes me certifico se não ele não está alterado, como o cheiro, viscosidade… Se estiver normal, eu uso sem problemas, se não, lixo na certa!

  • Responder
    Jussara Valadares
    19 de janeiro de 2016 at 11:26

    Oi Dani!
    Eu tb uso. E como vc tenho vários da Risque e alguns da Colorama e que uso e não tive nenhum tipo de problema. Hehehe.

    Dani, li ontem que a mistura de álcool e açúcar retira esmalte da unha, tão bem qto removedor ou acetona. Vc já ouviu falar isso?
    Fiquei intrigada mas sem coragem de testar. Haha

    Beijocas.

  • Responder
    Bárbara Priscy
    19 de janeiro de 2016 at 15:37

    Dani, não sei se é só no meu computador, mas tá tando um bug no seu site. quando clico no post, abre outra página e não a sua do blog. Até espantei a ausencia de comentários.

    • Responder
      Daniele
      20 de janeiro de 2016 at 12:54

      O UB trocou de servidor e por isso estava instável, Bárbara! 🙂 Agora voltou ao normal! Um bj

  • Responder
    Camila Santiago
    20 de janeiro de 2016 at 12:26

    E isso é a tendência pra gente que compra cada vez mais esmaltes e não somos manicures.

    Mas vez ou outra eu e minha irmã fazemos ‘a limpa’ lá retirando os vencidos (normalmente eles já estão perto de acabar, quando tem algum muito cheio entramos num consenso e deixamos kkkk acontece muito com glitter no meu caso).

    PS. eu nunca tinha observado esse potinho aberto. Vou olhar nos meus! 🙂 U.B é cultura! o/

  • Responder
    Eve
    20 de janeiro de 2016 at 13:20

    Quando não gosto do esmalte (cor, durabilidade) eu já dou embora, só guardo os que sei que vou usar novamente, por questão de espaço até. Mas se algum que eu gosto muito sair de linha, certamente vou usar ele vencido 😉

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:29

      Agora eu tô tendo mais ou menos esse processo tb, Eve. Mas é difícil. Sempre olho um e penso: Poxa, mas eu poderia usar para tal post. E aí acabo guardando.
      Os que eu fiz swatches, etc que eu sei que não vou usar, tb acabo dando.

  • Responder
    Thainara Luiza
    20 de janeiro de 2016 at 16:19

    oi Dani eu tenho 14 anos de idade e eu comecei a roer as unhas desde que eu nasci(minha mãe que falou isso heheh)E comecei a ler blogs e sites e li o seu e gostei muito,faz mais ou menos 1 semana que não estou roendo unha e elas estão bem melhores do que estavam antes,como outra menina parei de roer por causa do amor:(anônimo)no ano passado tentei,mas com problemas emocionais e a minha ansiedade pegando eu roí todas elas de novo.Agora em 2016 vou começar de novo graças a minha força de vontade,a você,e principalmente pelo meu amor.Obrigada!!! :*

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:29

      hahaha imagino um bebê com a mãozinha na boca rs
      Força de vontade é tudo, Thainara! Tenho certeza que vai conseguir! Não fica sem esmaltes e dá uma lida nesse post, vai te ajudar!
      Um beijo :* <3

  • Responder
    Thamiris
    20 de janeiro de 2016 at 18:38

    Oi Dani. eu usaria esmalte vencido sim, só não usaria se a fórmula fosse impossível de se trabalhar… rsrs e o cheiro tbm conta 🙂
    é verdade que tem que ficar sem esmalte no mínimo dois dias para as unhas respirarem?? nunca entendi muito bem isso rsrs
    um beijo!!

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:26

      Pra mim isso é um mito, Thami! Falei sobre isso aqui e, ao contrário do que dize, é só eu ficar sem esmalte que as unhas quebram. Portanto, o esmalte é um escudo para as unhas que já estão mortas, elas não respiram, apenas são porosas 🙂

  • Responder
    Constancia
    20 de janeiro de 2016 at 20:12

    Oi Dani. Eu sempre usei. Tenho uns vidrinhos desde 2012 mas q ainda estão ótimos.
    Uma vez via entrevista de uma farmacêutica da área de esmaltes e ela falou que eles não vencem. Tem data de validade por exigência da ANVISA. Que exige dt de validade em td. Mtos omportados quando comprados lá nem tem data da validade. Serve tbm p creme hidratante…. uso os meus mesmo sem validade. Os franceses nem tem data de validade. Enfim, vale o bom canso. Cheiro, cor, aparência. Bjs

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:25

      Exatamente, Cons! A maioria dos meus importados nem data de validade tem! OPI, Chanel, China Glaze…bom saber!
      Outra coisa que tenho dó de chorar e continuo usando é maquiagem: a maioria dos meus batons, pós, iluminadores estão praticamente novos. Jamais que vou jogar se ainda posso usar. Tenho um iluminador da MakeB que até saiu de linha. Venceu em 2014 e uso lindamente! Rs

    • Responder
      Carol
      22 de janeiro de 2016 at 22:00

      Eh vdd. Morei nos EUA e lá pouquíssimos cosméticos tinham data de validade.

  • Responder
    Anne
    21 de janeiro de 2016 at 5:02

    Dani, você já fez um post explicando a diferença entre hipoalergênicos e 3-free? Queria muito ler a respeito. Falta muita informação para nós, alérgicas. Um beijo.

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:24

      Não, mas posso fazer Anne 🙂 Gostei da ideia! Isso gera bastante confusão! Obrigada pela sugestão.
      Um beijo

  • Responder
    Mari
    21 de janeiro de 2016 at 9:50

    Sim, sim, Dani, logo logo seu gaveteiro vai estar aí! 🙂

  • Responder
    Mari
    21 de janeiro de 2016 at 9:57

    Eu também uso esmalte vencido! Antes jogava fora, depois comecei a observar as características para avaliar se ainda dá para usar. Tenho vários vencidos que estão em perfeito estado, secam direitinho, mesmo brilho, viscosidade, tudo igual (especialmente os da Colorama!) E dá muita dó de jogar fora, ainda mais quando é uma cor que já saiu de linha! Beijo!

    • Responder
      Daniele Honorato
      22 de janeiro de 2016 at 0:21

      Maaari! Que bom ver tua carinha! Vc é do jeitinho que eu imaginava 😀
      Eu tenho mt dó de jogar fora tb, Má. Ainda mais com o preço que as coisas estão. se tá tudo bem, eu uso sim!
      Um beijo!

  • Responder
    Tathy Takahashi
    22 de janeiro de 2016 at 1:33

    Oi Dani! Adorei esse post, bom saber que não sou a única 😀 Eu não tenho taaaanto esmalte como você, mas mesmo fazendo as unhas toda semana não dou conta de usar todos os que tenho… e tem muitos vencidos aqui, que usei uma vez apenas, mas me recuso a jogar fora por dó. Ah, vidro cheinho, dá dó mesmo, né? rsrs Mas também observo bem as características deles antes de usar, e também só jogo fora se a coisa não tem mais solução (e com dor no coração ainda)

  • Responder
    Carol
    22 de janeiro de 2016 at 8:45

    Dani, aproveitando que o post fala sobre o descarte de esmaltes, você poderia falar sobre como jogar os esmaltes fora? Já li por aí que não se deve jogar no lixo comum e que o correto seria devolver para o fabricante descartar do modo correto. Mas quem disse que tem orientação sobre isso…. Como você faz? Obrigada, beijos!

    • Responder
      Daniele Honorato
      23 de janeiro de 2016 at 0:27

      Aqui onde moro não tem um sistema de descarte. A Risqué fez uma ação uma vez na Ikesaki com um totem para descarte de esmaltes (post aqui) Os que eu jogo fora vão pro lixo. É vidro, legal colocar na categoria. Bj!

  • Responder
    Bianca
    22 de janeiro de 2016 at 12:06

    Eu uso vencido também, mas quando venceu há muito tempo, jogo fora. Ex: um esmalte q venceu em 2011, já são 5 anos, mais os 2, 3 anos de uso.. é muito tempo!
    Sobre mudar de cor: Tenho um esmalte que amava muitooooooo, O Nude surpreendente da L’Apogée. Mas depois de 1 ano mais ou menos ele ficou cinza 🙁 Era um nude com brilhos tão bonito!! Agora tem os brilhos normais, mas é cinza.. não curto muito heheh mas ainda uso! Sabe qual é esse Dani?

    bjs

    • Responder
      Daniele Honorato
      23 de janeiro de 2016 at 0:13

      Eu acho que tinha, ou tenho. Ai, não lembro kk vou procurar aqui e ver se mudou de cor tb!

  • Responder
    maria helena
    22 de janeiro de 2016 at 13:47

    eu uso esmalte vencido sim, desde que esteja com aparência e cheiro normais! Nunca tive problemas em relação à alergia, o que mais acontece é o esmalte mais velho demorar muito pra secar, daí procuro sempre usar com TC pra acelerar a secagem.

  • Responder
    Andréia Nunes
    23 de janeiro de 2016 at 2:34

    Oi Dani! Fiquei feliz que minha pergunta foi escolhida, tirando não só minhas dúvidas ,como de muitas meninas. Obrigada, foi um post muito esclarecedor! Tb tenho dó de jogar esmalte fora, ainda mas quando nem usei ainda. Vou continuar usando esmalte vencido, fazendo o que sempre tenho feito:prestando atenção na cor, consistência e cheiro. Só não tenho coragem de usar quando muda de cor, mesmo sendo culpa do pigmento rsrsrs… base tb não dispenso, mas essa só uso na validade. Acho que base fora da validade perde as propriedades de proteger a unha. Será que estou certa ou como no esmalte, não tem problema?Bjs Dani e mais uma vez OBRIGADA!!!!!!!!

    • Responder
      Daniele Honorato
      24 de janeiro de 2016 at 1:05

      Oi Andréia! Que bom que vc viu o post 🙂 Ia te avisar por e-mail, mas com a confusão do servidor acabou não dando tempo.
      Fico feliz que tenha tirado sua dúvida! Quanto às bases, acabamos usando muito mais depressa do que um esmalte. Então, e difícil uma base não acabar antes do prazo de validade, aí acabamos usando sempre dentro da data. Mas por exemplo, eu tenho um estoque da minha base preferida (a verdinha da Risqué) e ela saiu de linha. Eu vou usar tooodos sim, mesmo as que vencem em 2016. Acredito que as propriedades não se perdem, quando o vidro nem é aberto 🙂 Beijão e eu quem agradeço pelo carinho :**

      • Responder
        Andréia Nunes
        24 de janeiro de 2016 at 18:59

        Verdade Dani! a base acaba mais rápido mesmo. Eu tb estou usando essa verdinha da Risqué, da embalagem antiga e é uma pena que ela saiu de linha. Não fiz estoque, só tenho a que estou usando! Parabéns pelo site, o que era bom ficou melhor! tá lindo!
        ps:usei a prime cuticle premium até o fim e gostei demais do resultado. A cutícula fica linda. Vou experimentar agora a nigth care pq tenho cantinhos grossos. Acho que o resultado será ainda melhor! Bjs Dani parabéns pelo seu trabalho!

        • Responder
          Daniele Honorato
          26 de janeiro de 2016 at 12:10

          Oi Andréia! Que bom que vc gostou no novo site, fico mt feliz *-*
          Se vc tem cantinhos grossos a Night é super indicada pra vc! Fico super contente que tenha gostado da caneta <3
          Um beijão e qq dúvida, é só perguntar!

  • Responder
    Sil Deluchi
    28 de janeiro de 2016 at 19:32

    Oi, Dani! Tudo bem?
    Primeira vez que visito seu blog. Que lindo, menina! E como v. fala tão bem de tudo. Amei. Virei sua seguidora!
    Olha, eu uso demais os esmaltes vencidos sim, nunca tive problemas com isso. A única coisa que tomo cuidado, como v. falou, por o vidro estar aberto por um tempo, é quanto a secagem, se secou uso mesmo. E morro de pena de jogar esmalte fora. Por exemplo, tenho o Cashemere, da Colorama, o único nude que posso dizer que amo de verdade, o bichinho está vencido há 3 anos, mas saiu de linha, e como não tem mais dele, deixo guardado para usar até o último suspiro.
    Beijos,
    Sil.

    • Responder
      Daniele Honorato
      29 de janeiro de 2016 at 14:50

      Oi Sil, td bem e com vc??
      Seja super bem-vinda!
      Agradeço mt pelas palavras queridas! Fico feliz que tenha gostado de td por aqui =)
      Nossa, saudades do Cashmere, uma pena ele ter saído de linha :/
      Mas acho que dá pra fazer um inspired, viu? 🙂
      Beijo!

  • Responder
    Rose
    3 de fevereiro de 2016 at 2:51

    Oi Dani, também uso esmaltes vencidos prestando atenção no cheiro e textura, como você explicou. Bjs ♥

  • Responder
    Franci Pacheco
    5 de fevereiro de 2016 at 17:24

    eu também uso e nunca me aconteceu nada 😛

  • Deixe seu comentário